Tranduza (Translate)

Mostrando postagens com marcador Lugol. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador Lugol. Mostrar todas as postagens

quarta-feira, 4 de fevereiro de 2015

Vídeos do Dr. Lair Ribeiro e Dr. Kater: A Importância do Iodo - Solução de Lugol a 5%

Dr. Lair Ribeiro
Veja também o vídeo completo do Dr. Lair sobre o iodo neste link.
Dr. Kater

Atualizado em 13/02/2016.

Nos últimos 30 anos, houve a redução de 50% do consumo de Iodo pela população e que, atualmente, 72% da população têm deficiência do mesmo. A deficiência de Iodo é responsável por cistos nos ovários, nas mamas e tireoide, os quais podem evoluir para câncer das respectivas áreas. O Iodo além de tudo, é responsável pela apoptose (um tipo de morte celular programada) das células cancerígenas. 

A suplementação com Lugol também é utilizada na Terapia de Gerson, tratamento para câncer que curou diversos pacientes, inclusive com câncer terminal e doenças autoimunes. Saiba mais sobre a Terapia de Gerson aqui.


Para evitar estes problemas de saúde, Contratura de Dupuytren e outros, faça suplementação diária de Iodo com: Iodoral (importado, 1 por dia) ou Solução de Lugol a 5% ou mande manipulá-lo e tome de 2 gotas por dia em um copo de água (dose recomendada por Dr. Lair para adultos). Caso não saibam como manipular na farmácia (de manipulação), segue a fórmula da Solução de Lugol a 5% ou Solução Forte de Lugol citada pelo Dr. Lair Ribeiro:

- Iodo Ressublimado ou metálico - 5%;
- Iodeto de Potássio - 10%;
- Água Destilada - 85%.
Volume: 30 ml.


Encontrei o Lugol na internet no seguinte site: Tito-Farma (R$21,85 - 30 ml) e BioVida (R$ 35,00 - 30 ml). Comprei o meu no Tito-Farma e recebi dentro do prazo. Outra opção é o importado e Iodoral 12,5 mg (US$ 24,49 na Iherb, contém 90 tabletes, quantidade suficiente para 3 meses e por ser em tabletes, não apresenta o sabor desagradável).

Um teste seguro, responsável e barato de se realizar
Pode-se mandar aviar um vidro de solução de iodo Lugol em farmácias ou drogarias de manipulação*, sem prescrição médica. O teste da tireoide com iodo de Lugol é um estudo fácil que você pode fazer e que não necessita de um médico auxiliando. Utilize um cotonete ou pincel para pintar uma área de uns 10 cm2 em sua barriga ou no tórax. Observe atentamente ao longo de 24 horas. Se a coloração sair em menos de 24 horas significa que o iodo foi absorvido pelo corpo e a tireoide está com carência desta substância. Neste caso você apresenta deficiência de iodo. 

Este teste não é muito preciso, pois muitos fatores podem influenciar no desaparecimento da cor amarela do iodo da superfície da pele. Por exemplo, quando o iodo é reduzido a iodeto na pele, a cor amarela do iodo desaparece, porque o iodeto é transparente. A evaporação do iodo da pele aumenta com a elevação das temperaturas ambientes e com diminuição da pressão atmosférica. Por exemplo, a cor amarela do iodo desaparece muito mais rapidamente em regiões serranas do que ao nível do mar, independentemente da quantidade de iodo biodisponível. O teste da carga de iodo/iodeto na urina é muito mais preciso.

Mais Testes

Para saber como andam seus níveis de iodo, o caminho mais comum é solicitar ao seu médico um teste de urina. Outro modo simples de saber se você tem iodo suficiente é pedir ao seu médico uma prescrição de SSKI (iodo supersaturado de potássio). Aplique 3 gotas na sua pele e friccione no lugar uma vez ao dia. Se você tocar algo com a ponta dos dedos molhados e ficar uma mancha amarelada, significa que o iodo está na sua pele, e que você tem a quantidade suficiente de iodo.

A Biodisponibilidade de Iodo Aplicado na Pele

A aplicação de iodo na pele como uma forma de suplementação de iodo tem sido uma prática comum há mais de cem anos. Em 1932, pesquisadores da Faculdade de Farmácia da Universidade de Rutgers, realizaram experimentos em cães e coelhos. Eles determinaram que, de fato, o iodo livre penetra através da pele, embora quase 88 % do iodo aplicado evapore da superfície da pele no prazo de três dias. O iodo coloidal (I2, em solução aquosa) foi constatado que evapora mais rapidamente do que a tintura de iodo (I2 em solução alcoólica) e a tintura de iodo evapora mais rapidamente do que a solução de Lugol (iodo acrescido de iodeto de potássio). Os autores concluíram: “... o iodo, que penetra através da pele é absorvido lentamente desta área pelo o corpo, formando um depósito de iodo na pele por vários dias. Nesta retenção prolongada de iodo dentro da pele, vemos uma condição favorável de um local de possível ação profilática e terapêutica.” Estudos recentes adicionais, esses envolvendo seres humanos, indicam que a aplicação de iodo na pele não é eficaz na prevenção da absorção de iodo radioativo pela glândula tireoide, no entanto, é uma forma lenta, mas eficaz para fornecer suplementação de iodo, aumentando os níveis séricos em cerca de 10-40 % em comparação com a ingestão oral (fonte).

Infelizmente, não temos estudos clínicos sobre o uso de iodo na pele, mas terapeutas holísticos têm relatado bons resultados. Por exemplo, segundo o naturopata Geoffrey Morell: "Uma paciente com nódulos na glândula tireoide seguiu um programa para que fizesse aplicação de tintura de iodo na pele por mais de sessenta dias, altura em que a mancha permanece por 24 horas. Quando retornou ao hospital para se submeter à cirurgia, foi-lhe dito que os nódulos desapareceram e que a operação não era mais necessária. Em outro caso, uma mulher viu bócio visível desaparecer depois de muitas semanas com tintura de iodo na pele."

Iodo aplicado à pele é um excelente tratamento para lesões pré-malignas, pintas escuras, cicatrizes queloides e outras extravagâncias da pele. Segundo o Dr. David de Derry, “... a capacidade de iodo para desencadear a morte celular natural (apoptose) o torna eficaz contra todas as lesões pré-cancerosas de pele - e provavelmente muitas lesões cancerosas. O local passa a ter pele normal.” Ele recomenda o iodo tópico também para picadas de inset
os. 

A absorção ineficiente
do iodo pela pele e sua lenta liberação pode ser vista como uma vantagem para aqueles que desejem suplementar o iodo com segurança, sem supervisão médica. Este tratamento não parece provocar uma reação de destoxicação, que muitas vezes ocorre com a ingestão oral de Lugol. Para aplicação na pele, use tintura de iodo ou solução de Lugol (fonte).

Antes de Suplementar Altas Doses de Iodo (Lugol) por Via Oral 
Faça exame de sangue para ter os valores de TSH, T3 e T4 simples,T3 Reverso, anticorpos anti-peroxidase da tireoide (TPOAb ou Anti-TPO) e anticorpos anti-tireoglobulina (TgAb ou Anti-Tg), antes e depois da suplementação do lugol e o acompanhamento de um médico não iodofóbico. 

Mesmo se seus exames estiverem normais você pode ainda ter o Hipotireoidismo Tipo 2, então faça o teste da temperatura basal.


Teste da Temperatura Basal 
Outro sinal indicador de hipotireoidismo (subclínico) é uma temperatura corporal basal baixa (BBT), menor que 36,5º C. Afira sua temperatura corporal durante quatro manhãs consecutivas ao acordar, antes de se levantar.
Coloque um termômetro (sem mercúrio) próximo à sua cama antes de ir dormir e ao acordar, coloque o termômetro na axila por dez minutos ou até que apite. É importante mover-se o mínimo possível durante este tempo. Fique com os olhos fechados. Não se levante. Depois de dez minutos, anote a temperatura e a data. Isto deve ser feito durante quatro manhãs consecutivas, some as temperaturas e as divida por 4. Indivíduos com tireoides com funcionamento normal têm uma temperatura corporal basal entre 36,5 e 36,8 (fonte). Mulheres não devem fazer este teste durante o período fértil, no qual ocorre uma elevação da temperatura basal.


A faixa normal da ferritina é de 20 a 80 ng/ml e a ideal é de 40 a 60 ng/ml (fonte). Para síntese e utilização dos hormônios da tireoide, a ferritina deve estar em 60 a 70 ng/ml (fonte).
 
Seguem alguns trechos traduzidos de um verdadeiro tratado sobre o Iodo (em inglês): The Safe and Effective Implementation of Orthoiodosupplementation In Medical Practice - by Guy E. Abraham, MD

OBS: Cada gota de Lugol forte ou 5% corresponde a 6,25 mg de Iodo (
2,5 mg de Iodo e 3,75 mg de Iodeto de Potássio).

Aplicações Médicas com o Lugol do Dr. Abraham, Dr. Brownstein e Outros
Starr, et al do Hospital Geral de Massachusetts usaram 15 gotas (90 mg) de Lugol diariamente para o tratamento de bócio exoftálmico, com uma taxa de sucesso em 92% dos casos, eliminando a necessidade de cirurgia. 


Uma revisão superficial da literatura sugere o uso da solução de Lugol para tratar a doença de Graves, a abordagem preferida utilizada por endocrinologistas daquela época, resultou numa maior taxa de sucesso com menos complicações do que a utilização de iodo e iodeto sozinhos. A quantidade diária de solução de Lugol utilizada na doença de Graves variou de uma gota (6,25 mg) a 30 gotas (180 mg). Um programa nutricional completo na nossa experiência melhorou a resposta a orto-iodo-suplementação na doença de Graves e outros distúrbios da tireoide.

Uma das afirmações deste tratado é que a orto-iodo suplementação (de 12,5-37,5 mg por dia) deve ser combinada com a ingestão de magnésio entre 800-1200 mg / dia. O magnésio deve ser tomado diariamente 1 mês antes do início da suplementação com o Iodo e deverá continuar quando a suplementação com o Lugol for iniciada.

Se, de fato, a deficiência de iodo, que é a ingestão de iodo / iodeto abaixo dos níveis orto-iodo-suplementação, está envolvida em tiroidite autoimune, logo, doenças que estão associadas com a tiroidite autoimune, podem também, ser causadas pela deficiência de iodo. Em 1996, Giani, et al relataram uma associação significativa de câncer de mama com a tireoidite de Hashimoto. Quando 100 pacientes com câncer de mama foram comparados com 100 pacientes do grupo de controle, a tireoidite de Hashimoto estava presente em 2% do grupo controle em comparação com 13,7% no grupo com câncer de mama. O Bócio simples, um sinal de deficiência de iodo, estava presente em 11% do grupo de controle em comparação a 27,4% dos pacientes com câncer de mama. O Diabetes pode também ser uma doença por deficiência de iodo. Lindberg, et al compararam 52 crianças diabéticas (dependentes de insulina) com 386 crianças não diabéticas. Parece que os endocrinologistas e nutricionistas "perderam o bonde". Uma maneira segura, simples e barata de curar tantas condições médicas! Uma visão geral dos efeitos da orto-iodo-suplementação sobre o desempenho mental, resistência a infecções, proteção da glândula tireoide contra precipitação radioativa, a destoxicação de metais pesados e do halogênios tóxicos como o brometo e o fluoreto, sugere que orto-iodo-suplementação pode ser a medida preventiva mais eficiente e mais segura contra o bioterrorismo. A conclusão, em seguida, seria: A pior forma de bioterrorismo doméstico é a disseminação de desinformação iodofóbica, a fim de desencorajar o uso da orto-iodo-suplementação.

A aplicação de técnicas do Dr. Abraham para uma variedade de doenças do sexo feminino trouxe uma notável melhoria para a compreensão e gestão destas doenças. Vinte anos atrás, o Dr. Abraham desenvolveu programas nutricionais para mulheres com síndrome de tensão pré-menstrual ou TPM e osteoporose pós-menopausa. Eles são agora os programas alimentares mais utilizados por ginecologistas e obstetras americanos. Interesses de pesquisa do Dr. Abraham incluem o desenvolvimento de exames para a medição de iodeto em fluidos biológicos e a aplicação deste exame para a implementação da orto-iodo-suplementação na prática médica.

Guy E. Abraham, MD, é um ex-professor de Obstetrícia, Ginecologia e Endocrinologia na UCLA School of Medicine. Cerca de 35 anos atrás, ele foi pioneiro no desenvolvimento de ensaios para medir quantidades de hormônios esteroides muito pequenas em fluidos biológicos. Ele foi homenageado como segue: Prêmio de Diagnóstico Geral pela Associação Canadense de Química Clínica, 1974; o "Medaille d'Honneur" da Universidade de Liege, na Bélgica, de 1976; Prêmio de Investigador Sênior de Farmácia, Suécia, 1980.


Dr. Brownstein tem sido bastante bem sucedido no tratamento da doença fibrocística da mama (cistos nos seios) com a suplementação de iodo / iodeto de potássio (lugol ou iodoral). Em um caso, uma mulher de 37 anos com grave doença fibrocística da mama ficou completamente curada após a suplementação com 50 mg de iodo (8 gotas de lugol forte) por dia durante dois meses. Mulheres com seios maiores precisam de mais iodo do que as mulheres com seios pequenos. Outras autoridades médicas concordam que a deficiência de iodo pode levar à doença fibrocística da mama e / ou cistos ovarianos. O iodo pode reduzir de forma semelhante fibroides uterinos e um dos primeiros tratamentos médicos convencionais para miomas graves era pintar o útero com iodo. [4] Algumas outras condições médicas associadas com deficiência de iodo são bócio, doença de Graves, doença de Hashimoto, fadiga e função do sistema imunológico prejudicado. A deficiência de iodo durante a gravidez pode levar a abortos espontâneos e redução do QI em crianças sobreviventes. [5]

Quanto Iodo Preciso Tomar?

Não há valores que podem ser dados como uma recomendação geral. Cada um precisa de quantidades diferentes com base na capacidade do seu corpo de utilizar os nutrientes, deve ser considerado também o nível de exposição a halogênios tóxicos diários. Se você tiver um problema de saúde grave, suas dosagens teriam de ser maiores para manter uma boa saúde.

a. Manutenção - acredita-se que uma dose boa de manutenção seja de 12,5-37,5 mg por dia. Devido às exposições a halogênios bombardeando nossos organismos (brometos, fluoretos, cloro), bem como o mercúrio, etc.

Entretanto, o distinto pesquisador Emanuel Cheraskin e seus colegas conduziram uma pesquisa do número relatado total de sintomas e de sinais clínicos (julgados a partir do Questionário Índice Médico de Saúde de Cornell - Cornell Medical Index Health Questionnaire) e correlacionaram os resultados com consumo médio de iodo. A ingestão de cerca de 1000 mcg por dia foi correlacionada com o menor número de sintomas relatados, ou seja, o mais elevado nível de saúde (fonte). Isto seria um pouco menos do que o equivalente a 1/2 gota (encher um copo de água, colocar 1 gota de lugol, misturar a solução, descartar metade da água e beber a outra metade) de lugol a 2% (1,25 mg ou 1250 mcg de iodo).

b. Câncer - é um resultado de mutações de células. O iodo é absolutamente crítico para algo chamado gene P53, que é conhecido como o "guardião do código genético".

Sem o iodo e selênio, não será possível eliminar células anormais do
o corpo como o câncer. Pacientes com câncer têm tomado de 50-300 mg / dia com sucesso (Guia de suplementação com iodo Rev 12/11, página 5).
Eis um bom artigo sobre como o P53 trabalha com o mdm2 no câncer (aqui). Para
informações sobre o P53 e o iodo leia o livro Minerals Genetic Code. (fonte).

Nutrientes de Suporte para tomar com o iodo:
-Vitamina C: 2000-5000 mg / dia
Fornece suporte aos simportadores e assistência como um antioxidante para a destoxicação.


-Selênio (selenometionina): 200-400 mcg / dia (obrigatório)
Necessário para a destoxicação e para a síntese do hormônio da tireoide.


-Sal não refinado (Céltico ou de Guérande): ½ colher de chá / dia
Fornece suporte às suprarrenais, e liga-se ao brometo
auxilia na sua remoção e fornece suporte aos simportadores (NIS) 


-Magnésio: 400 mg / dia (obrigatório)
Fundamental para mais de 300 reações enzimáticas no
corpo.
 

-Cofatores ATP (opcional): 1 comprimido 3x / dia (uso com 50 mg de lugol ou iodoral 50 mg)

Quando os indivíduos continuam a se sentirem cansados ou têm doença autoimune da tireoide este produto pode ajudar a aumentar a ATP (energia) no interior das células. Riboflavina (ou vitamina B2, 100 mg, 3 vezes ao dia) e niacinamida (ou vitamina B3, 500 mg, 3 vezes ao dia) (fonte a e fonte b).

-Ajustar a dieta e avaliar o estado nutricional, garantindo que haja suplementação adequada de tirosina, selênio, vitaminas A e D3, zinco e ômega-3.


Quando devo tomar os meus suplementos?

O iodo deve ser tomado com alimento. Isto aumenta sua absorção, bem como, protege estômagos sensíveis.

Os nutrientes de suporte podem ser tomados junto com o iodo e com alimentos. Não há necessidade de esperar tempo algum, exceto a vitamina C que deve ser tomada separadamente do suplemento de iodo 
(lugol ou iodoral), após 2 horas
O iodo deve ser tomado no início do dia (antes 14:00 h), porque para alguns, pode dificultar dormir (fonte).

O protocolo de Abraham carrega um risco de reações adversas (de destoxicação do Bromo e outros) e deve ser realizado sob a supervisão de um médico com experiência em usá-lo. Como esses médicos apontam, consumindo iodo em doses de miligramas deve ser combinado com um programa nutricional completo que inclui quantidades adequadas de selênio e magnésio, ômega-3 e com a supervisão cuidadosa das reações destoxicação. 

De acordo com Dr. Brownstein, o cloreto de sódio, aumenta a excreção renal de brometo e o uso de sal de amônio ou cloreto encurtam o tempo necessário para a destoxicação do brometo. Ele recomenda a administração oral de cloreto de sódio (Celtic Sea Salt - Sal Marinho Celta ou de Guérande) (6-10 g por dia) ou intravenosa de cloreto de sódio para aumentar a excreção renal de brometo (fonte). Segundo Dr. Lair pode ser utilizado o sal marinho integral por via oral também.

Leiam também o artigo Como Diagnosticar e Tratar Doenças na Tireoide do Dr. Joseph Mercola presente neste link.

Há um grupo fechado no Facebook com muitas informações sobre o lugol, neste link. Na opção "arquivos" deste grupo, há várias informações úteis. Há também um blog com excelentes informações sobre o lugol, segue o link aqui.


Também possuo um grupo fechado, caso queiram participar, cliquem aqui


Referências:

http://www.helpmythyroid.com/iodine.htm

http://www.helpmythyroid.com/IOD-02.html

http://www.vitamincfoundation.org/iodine.htm

https://www.youtube.com/watch?v=kUnxqpsdoJQ

http://indorgs.virginia.edu/iccidd/aboutidd.htm

http://www.umaoutravisao.com.br/secoes/Sa%C3%BAde/um_grande_debate_sobre_o_iodo.htm


https://www.docelimao.com.br/site/desintoxicante/simplesmente-saude/1852-iodo-um-nutriente-essencial.html


http://www.optimox.com/pics/Iodine/IOD-05/IOD_05.html


http://www.optimox.com/pics/Iodine/IOD-11/IOD_11.htm


http://articles.mercola.com/sites/articles/archive/2010/01/02/many-symptoms-suggest-sluggish-thyroid.aspx


http://www.westonaprice.org/modern-diseases/the-great-iodine-debate/


http://jeffreydachmd.com/wp-content/uploads/2014/03/The-Guide-to-Supplementing-with-Iodine-Stephanie-Burst-ND.pdf